Vai a Montevidéu para a final da Libertadores? Aproveite e conheça a cidade

A capital do Uruguai tem vários atrativos, desde o mercadão com comidas típicas e o Estádio Centenário, a museus e parques que precisam estar no roteiro. Confira as dicas do CNN Viagem & Gastronomia

Montevidéu, no Uruguai, receberá muitos brasileiros nos próximos dias
Montevidéu, no Uruguai, receberá muitos brasileiros nos próximos dias Foto: Alex Brites/ Divulgação Pexels

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

Montevidéu, no Uruguai, será o assunto mais comentado nos próximos dias. Pelo menos para aqueles que amam futebol. Isso porque a cidade foi escolhida para sediar as finais da Libertadores da América, competições importantíssimas da modalidade, que estão acontecendo desde o dia 20 e vão até dia 27 de novembro na capital uruguaia.

Os times brasileiros estão predominando a busca pelos títulos: depois do Corinthians vencer Santa Fé e conquistar o tricampeonato da Libertadores Feminina, o Palmeiras, da capital paulista, e Flamengo, do Rio de Janeiro, jogam nesta semana em busca da taça.

Para quem conseguiu se programar e já está na cidade, separe um tempo também para aproveitá-la. Confira a seguir os pontos turísticos que não podem deixar de ser visitados para quem vai pela primeira vez a Montevidéu. 

Pôr do Sol da cidade é um show à parte para quem a visita / Foto: reprodução Instagram

Praça da Independência

A Praça da Independência é um dos pontos mais marcantes de Montevidéu e diz muito sobre sua história. Está localizada no centro e traz o simbolismo de separar a cidade “velha” da “nova”. Ao seu redor estão localizados museus e prédios importantes, como o Palácio Salvo, que foi considerada a torre mais alta da América do Sul por muitos anos.

A Praça também conta com um monumento em homenagem ao General José Gervasio Artigas, um herói uruguaio que deu ao país a independência da Espanha. Seus restos mortais estão em um mausoléu subterrâneo, localizado no mesmo espaço.

Mercado Del Porto

Toda cidade grande tem o seu mercado, que reúne as principais iguarias e produtos da cidade. Montevidéu também tem o seu, mas é um pouco diferente. O Mercado Del Porto foi inaugurado em 1868 e é ponto quase obrigatório dos turistas que por ali passam. Um verdadeiro polo gastronômico, cheio de restaurantes, principalmente para apreciar tradicionais cortes de carne uruguaios. O mercado traz de tudo um pouco. Em sua volta, barraquinhas de artesanatos, produtos em madeira e lembrancinhas para levar para casa são encontradas, fora as tradicionais jaquetas de couro. Vale a pena se programar para almoçar por lá e dar uma volta em suas redondezas. Ele fica localizado na chamada “cidade velha”, próximo ao centro da cidade.

 

Estádio Centenário

Se sua viagem foi dedicada ao futebol, como mencionamos no início, certamente o Centenário está na sua lista de visitas. Aos que garantiram o ingresso para as finais, basta esperar o dia. É lá que a bola irá rolar e de lá que o novo campeão da América sairá. Para quem não tem entrada para a data especial, não tem problema: o estádio abre para visitação, possui uma visita guiada e museu.

Construído para sediar a final da Copa do Mundo de 1930 – vencida pelo próprio Uruguai, ele recebeu o nome por conta da celebração do centésimo ano da Constituição do país. Acabou de passar por uma reforma e vale a pena ser visitado! Caso seja fã mesmo de futebol, vale também a visita ao estádio do Peñarol, Campeón del Siglo, e do Nacional, Gran Parque Central, times tradicionais da cidade.

Teatro Solis

Ele não passa desapercebido por quem caminha pelo centro de Montevidéu. O Teatro Solis foi inaugurado em 1856 e é um dos grandes símbolos arquitetônicos da cidade. Clássico, elegante e imponente, recebe visitas guiadas e espetáculos imperdíveis. Vale conferir a programação no site e reservar uma noite para a experiência.

Teatro Solis impressiona por sua imponência no centro da cidade / Foto: Priscila França

Parque Rodó

Se não dispensa estar cercado de verde, não pode deixar de conhecer o Parque Rodó – nome em homenagem ao escritor uruguaio José Enrique Rodó. Localizado em uma região nobre de Montevidéu, no bairro de Punta Carretas, foi construído em 1889 e ocupa uma área de 85 hectares. Lago, quadras esportivas, espaço para praticar esportes podem ser encontrados por lá.  Ao visitar o parque, aproveite para entrar no Museu de Artes Visuais de Montevideo, localizado ao seu redor.

Parque Rodó é um dos pontos para visitar para os apaixonados por natureza / Foto: Bruno Grossi

Cassino Carrasco

Como todos sabem, cassinos não são liberados no Brasil. No Uruguai, entretanto, se tornam um dos pontos mais visitados pelos brasileiros, que vão tentar a sorte em diversos jogos. São muitos espalhados pela cidade, muitos em hotéis luxuosos. É o caso do Cassino Carrasco. Inaugurado em 1921, conta com mais de 400 máquinas caça-níqueis (também chamadas de slots) e outras atrações. Aproveite, mas claro, com moderação.

Letreiro

Dizem que Montevidéu tem um dos pores do sol mais bonitos do mundo. Se é exagero ou não, cada um tem sua opinião. O fato é que se você vai à cidade não pode deixar de apreciá-lo. E um dos pontos mais recomendados para isso possui também um dos cenários mais “instagramáveis” de lá. O letreiro de Montevidéu tem cerca de 15 metros de comprimento e dois de altura e está localizado no bairro conhecido de Pocitos. A praia atrás e a vista privilegiada garantem ótimas fotos e fazem vocês provar com todas as letras que está em solos uruguaios.

Letreiro sempre está lotado de turistas que buscam o ângulo perfeito para registrar o momento na cidade / Foto: Reprodução Instagram

Onde comer?

São inúmeros os locais para encontrar as comidas uruguaias típicas, como o tradicional Chivito – sanduíche de filé mignon, que é feito em diferentes versões -, as parrilladas, as empanadas – a da Las Cibeles dizem que é imperdível -, o alfajor e muito doce de leite, claro. Há lugares que fogem dos holofotes e que mesmo assim podem ser inesquecíveis. A dica é apostar nas indicações de quem já foi. Às vezes, uma barraquinha que você não aposta nada tem o melhor lanche da cidade. Giuliana Nogueira fez uma matéria para a CNN Viagem & Gastronomia com quatro restaurantes para você fugir dos clássicos. Leia a reportagem completa neste link.


Mais Recentes da CNN