por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Séries Originais: um guia pela região do Dão e a charmosa Serra da Estrela

    No segundo episódio da produção exclusiva da CNN “Vinhos de Portugal: Tradição e Tecnologia”, Elisa Veeck prova novos sabores de vinhos e queijos dessa região de Portugal

    Elisa Veeckda CNN

    Ouvir notícia

    O segundo episódio do CNN Séries Originais, “Vinhos de Portugal: Tradição e Tecnologia”, foi até uma das regiões vínicas mais importantes de Portugal, chamada de Dão. São inúmeras cidades, e em todas elas você consegue ver as vinhas. A região do Dão tem um pico bem famoso, chamado de Serra da Estrela, e todos os invernos recebe milhares de turistas que vão se aventurar no snowboard e aproveitar a cidade charmosa com restaurantes e lojinhas no pé da serra.

    Mais de 300 tipos de uvas são cultivadas no país, e parte dela está na região do Dão, a umas 3 horas de Lisboa. Eles me explicaram que o local tem um terroir (uma espécie de RG da uva) muito interessante, porque é um local montanhoso e, assim como aqui no Brasil, esses locais costumam ter uma amplitude térmica grande. Muito frio à noite e aquele calor durante o dia. Isso, para os enólogos, traz um quê especial à uva e ao terroir dela.

    O país é todo dividido por regiões produtoras de uva e de vinho. O Douro é uma, Alentejo é outra. Assim como o Dão. Quem produz vinho costuma ter sua própria plantação de uva – que pode ter vários tipos cultivados no mesmo terreno.

    Na hora de criar a bebida, o enólogo (o mestre responsável!) decide quais uvas quer usar. Se o vinho ganha mais de uma uva, é chamado de blend; se tem apenas uma, é chamado de monocasta. No Dão, tem muita Touriga Nacional, Encruzado e Alfrocheiro Preto.

    Nem tudo saiu como a gente planejou, já que a ideia era mostrar o cume da Serra da Estrela, um lugar que parecia deslumbrante pelas fotos. Mas fomos surpreendidos por uma ventania enorme, misturada com chuva, com neblina, com gelo.

    Elisa Veeck viu de perto a produção dos melhores vinhos do Dão/ CNN Séries Originais

    Por causa disso, descemos mais cedo da montanha e acabamos encontrando uma vendinha bem simples e tradicional da região, onde provei o famoso queijo da Serra da Estrela (feito com leite de ovelha) e tomei uma taça de vinho por 1 euro. E estava uma delícia!

    Recado aos iniciantes no universo do vinho: tem muitas dicas legais neste episódio, incluindo qual taça usar para tomar vinho e qual a quantidade ideal que se coloca dentro dela.

    Recado aos entendidos: conheci uma adega que controla a temperatura das cubas por meio de cinturões de água que ficam do lado de fora dela. É uma tecnologia bem interessante e bem moderna. Portugueses têm feito investimentos altíssimos em inovação.

    Ficou curioso e inspirado? Veja aí os endereços certinhos de onde a gente foi:

    Caminhos Cruzados

    A arquitetura do lugar é o primeiro detalhe interessante. Um cartão postal do chamado “novo Dão”. A empresa é gerida por uma mulher jovem e descolada, a Lígia, que traz consigo a missão de desmistificar o universo do vinho. Como em quase todas as adegas, eles têm uma loja que vende todos os rótulos com preços que variam de 7 a 18 euros. Você pode agendar degustação, jogo de aromas (eu fiz!) e passeio pelas vinhas.

    Endereço: Rua de Carvalhal, 50, 3520-011, Nelas, Portugal
    Contato: geral@caminhoscruzados.net / +351 232 940 195
    @caminhoscruzados_

    Lusovini

    Eles são enormes, cultivam no Dão, na Bairrada, Douro, Alentejo e Vinho Verde. O lugar é super charmoso para visitar, pois tem, além da loja e de passeios, um restaurante enorme – e de-li-ci-o-so. Você pode fazer um menu-degustação, harmonizações comentadas, passeios pela produção, participar de eventos temáticos. O rótulo Pedra Cancela é um dos queridinhos deles, e o mais vendido para o Brasil.

    Endereço: Avenida da Liberdade, 15, 3520-061, Nelas, Portugal
    Contato: lusovini@lusovini.com / +351 232 942 153
    @lusovini

    Quinta dos Carvalhais

    Essa quinta faz parte de um grupo gigantesco e tradicional chamado Sogrape. Eles usam mais de 60 tipos de uva de tem mais de 900 hectares de vinha. Um detalhe interessante é que instalaram pontos de medição meteorológica em todos os locais de cultivo, o que traz mais precisão no cuidado com a uva. Algumas queridinhas deles: Touriga Nacional e Encruzado.

    Endereço: Quinta dos Caravalhais, 3530-063, Mangualde, Portugal
    Contato: +351 232 610 080
    @quintadoscarvalhais

    Textura Wines

    São brasileiros! Essa visita foi bem especial, pois é uma família brasileira que decidiu instalar sua adega no Dão. Ouso dizer que foi um dos vinhos mais saborosos que eu provei, com destaque para o Textura da Estrela de uva branca. O legal dessa produção é que eles têm a essência de intervir o mínimo possível no processo do fazer vinho, desde a terra da uva até as cubas de fermentação. Indico a visita à adega e degustação. Saborosíssima.

    Endereço: Sítio Moinhos da Serra, Estrada Gouveia-Nabais, 6290-411, São Paio, Portugal
    Contato: info@texturawines.pt / +351 238 011 259
    @texturawines

    Mais Recentes da CNN