por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Miniguia prático do Rio de Janeiro, a eterna Cidade Maravilhosa

A capital brilha os olhos de qualquer pessoa e oferece uma vasta programação para todos os tipos de turistas. Como cantarolava Tim Maia, "do Leme ao Portal, não há nada igual"

Rio de Janeiro aparece como um dos destinos domésticos mais procurados em duas pesquisas recentes
Rio de Janeiro aparece como um dos destinos domésticos mais procurados em duas pesquisas recentes Unsplash

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

Se tem um destino que nunca sai de moda e está sempre no topo dos mais procurados pelos brasileiros e estrangeiros, essa destino é o Rio de Janeiro. Nas pesquisas dos lugares mais requisitados para as festas de fim de ano, a escolha é unânime: aparece em todas elas, principalmente quando o assunto é Réveillon.

E não importa se a pessoa já foi uma, duas, três ou dez vezes, estar na Cidade Maravilhosa é sempre uma experiência diferente. Além da quantidade de passeios turísticos e a extensa lista de botecos e restaurantes tradicionais, a viagem já estará ganha só de sentar na areia de uma de suas praias e observar todas as belezas que as cercam.

São diferentes “Rios” dentro de um só, portanto é difícil indicar poucos programas em uma capital como o Rio, mas a ideia desse miniguia é ajudar os turistas de primeira viagem na cidade a elaborarem um roteiro com os pontos imperdíveis.

Como chegar?

Por vias aéreas ou terrestres, chegar ao Rio de Janeiro é fácil. De São Paulo, são cerca de 5h30 de carro. Basta pegar a Rodovia Dutra – a estrada é muito bem sinalizada. De avião, há opção de descer em dois aeroportos, o Santos Dumont, que fica na região central da cidade, e o Aeroporto Internacional Tom Jobim, mais conhecido como Galeão, na Ilha do Governador. Recebem voos de diversas cidades do país, como Vitória (ES), Brasília (DF), Recife (PE), Porto Alegre (RS) e Belo Horizonte (MG). Ao contrário das opções de aeroportos da capital paulista, o segundo não é afastado da cidade, e dependendo do local de estadia, o tempo para a chegada em ambos é quase o mesmo.

Para quem optar por ônibus, são diversas empresas que fazem o trajeto de muitas capitais. Acesse o site da Rodoviária do Rio e descubra os itinerários.

Leia Mais:

 

O que fazer?

Visita ao Cristo Redentor

Localizado no alto do Morro do Corcovado, no Parque Nacional da Tijuca, o Cristo Redentor foi considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno pela UNESCO e com certeza é o passeio mais imperdível para quem nunca foi ao Rio de Janeiro.

Todos os anos recebe milhares de turistas e há diferentes formas de chegar até ele. A mais tradicional delas é embarcando no trenzinho, que passa pela centenária estrada de ferro do Corcovado. O valor parte de R$ 30 – para idosos – e pode chegar até R$ 105,50 em alta temporada. Acesse o site e confira as tarifas.

Uma outra opção é o serviço autorizado de vans, que também chegam até o topo do morro – elas saem.de diversos pontos da cidade, inclusive na praça de onde se pega o trenzinho. Táxis, carros e outros tipos de transfers não são autorizados a subir o trajeto até o fim, e os turistas precisam desembarcar e caminhar por volta de 2km para, enfim, chegar ao Cristo. Mas nada de se preocupar: a vista 360 compensa cada segundo do trajeto.

Uma das 7 maravilhas do mundo, o Cristo Redentor recebe milhares de turistas/ Foto: Pexels/Divulgação

Passeio de Bondinho ao Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar é um dos pontos mais famosos da Cidade Maravilhosa e o passeio pelo Bondinho que chega até ele também é uma atração imperdível. Ele começa na estação Praia Vermelha, sobe para o Morro da Urca (220m) e vai até o Pão de Açúcar (396m), que interligados por duas linhas de teleférico, têm uma vista impressionante, de brilhar os olhos.

São diversas opções de bilhete, que contemplam pontos diferentes. O passeio completo é composto por quatro trechos. As partidas acontecem de 20 em 20 minutos ou quando os bondinhos atingirem a capacidade estabelecida – de 65 pessoas no momento atual. São diferentes opções de passeio por lá que podem ser consultadas no site oficial – elas partem de R$ 60 para os cariocas ou residentes e chegam até R$ 220. 

Um dos passeios mais tradicionais no Rio de Janeiro é o Bondinho, que chega até o Pão de Açúcar / Reprodução site oficial

Visita ao bairro de Santa Teresa

No topo de uma colina, o histórico bairro de Santa Teresa encanta pelos seus detalhes. As ruas de paralelepípedo e suas construções te fazem viajar no tempo. Olhar para o chão e ver o trilho do bondinho – que até hoje sobe até lá – também de dá uma sensação que está em uma cidade cenográfica. Do alto, uma vista privilegiada ao Rio de Janeiro, em que é possível ver a enseada de Botafogo, o Pão de açúcar, Baía de Guanabara e a região central.

A região virou referência da boemia carioca. Lá é onde estão os bares mais antigos e tradicionais, como o Bar do Gomes e do Mineiro, e restaurantes com vistas privilegiadas, como o Aprazível.

Passeio na orla de Copacabana, Ipanema e Leblon

A zona sul do Rio de Janeiro, sem dúvidas, é a região mais tradicional da cidade. A orla que começa em Copacabana e termina no Leblon (ou vice-versa) é cheia de quiosques para uma cerveja gelada, porções e almoço à beira mar. O coco gelado e açaí também são itens quase que obrigatórios em todas elas. De qualquer um destes é possível ver a vida esportiva no Rio: são pessoas andando de bicicleta, correndo, jogando futêvolei, fazendo exercícios funcionais, entre tantos outros. A inconfundível calçada preta e branca o acompanha por todo o passeio.

Calçada inconfundível de Copacabana na orla / Foto: Pexels/Divulgação

Jardim Botânico

Fundado em 1808 por D. João, então príncipe regente de Portugal, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro impressiona por sua paisagem. Os visitantes podem passear a pé ou de carro elétrico pelas aleias e ver plantas de diversos países, conhecer as estufas (Orquídeas, Bromélias, Samambaias e Plantas Insetívoras) e os jardins e coleções temáticos, como o Jardim Japonês, criado em 1935 a partir da doação de 65 exemplares de plantas típicas japonesas.

O local ainda possui estátuas e monumentos históricos e é ótimo para quem gosta de observar aves. Os ingressos partem de R$ 15 (para moradores da área metropolitana do Rio de Janeiro) e vão até R$ 60 para estrangeiros. Para visitantes residentes no Brasil, o valor é de R$ 24. Acesse todos os detalhes neste link.

Jardim Botânico impressiona por sua paisagem e é um ótimo passeio / Foto: Reprodução/Instagram

Lagoa Rodrigo de Freitas

Com quase 8km de extensão, a Lagoa Rodrigo de Feitas é ponto preferido de muitos cariocas e também visitantes. Em suas águas calmas são praticados esportes como remo e canoagem. Em todo seu entorno é possível ver atividades acontecendo: pedalinhos, muitos fazendo piquenique em seu gramado, correndo ou praticando algum esporte em suas quadras. Em toda sua volta há barraquinhas que vendem água, água de coco, isotônico, cerveja, entre outros, além de claro, locais para um bom almoço. Por quase todo seu trajeto é possível olhar o Cristo.

Lagoa Rodrigo de Freitas: 8km de extensão e é cenário de práticas esportivas/ Foto: Unsplash/Divulgação

Trilhas

Em dias com céu aberto, as trilhas que levam a belas paisagens vistas do alto são passeios frequentes pelos turistas que visitam o Rio. Uma das mais famosas e fáceis é a trilha do Morro da Urca, que começa na Praia Vermelha, na pista Claudio Coutinho, e leva o alto do primeiro morro do complexo do Pão Açúcar. São cerca de 40 minutos caminhando em trechos planos e íngremes. Ao chegar, o turista poderá ter uma vista privilegiada da Baía de Guanabara, da Enseada de Botafogo ao Aterro do Flamengo, das praias da zona sul e da região central, incluindo o Aeroporto Santos Dumont.

Outra bastante procurada é a do Dois Irmãos, que não é tão demorada e presenteia com um visual de tirar o fôlego de toda zona sul. Ela começa na comunidade do Vidigal e também dura cerca de 40 min, em 1,5km de subida. O trajeto começa no campo de futebol na Vila Olímpica do Vidigal. A melhor opção para chegar lá é pegar um moto-táxi (R$ 10) na entrada da comunidade.

Aos mais aventureiros, há também trilhas da Pedra da Gávea, Pedra do Telégrafo, Cachoeira dos Macacos, Parque da Catacumba, Pedra Bonita, entre outras.

Praia de Grumari

Um passeio um pouco mais longe, mas que vale cada km para chegar é a praia de Grumari, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro – aproximadamente 40km de distância de Copacabana. Está localizada em uma área de preservação ambiental e atrai muitos surfistas por suas ondas fortes. Apesar de em poucos números, são encontrados bares e restaurantes para passar o dia em uma das praias mais bonitas do Rio de Janeiro.

Maracanã

Palco de momentos históricos do futebol mundial, o estádio Jornalista Mário Filho, popularmente conhecido como Maracanã, é imperdível para turistas brasileiros e estrangeiros. Inaugurado em 1950, recebeu jogos da Copa do Mundo naquele mesmo ano e grandes competições esportivas. Passou por um processo de modernização para receber novamente uma Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Com capacidade para 78.838 pessoas, novos bares e lanchonetes dão mais conforto para o público, que conta ainda com cadeiras retráteis divididas por cores e produzidas com materiais certificados, como garrafas PET. Além de ter uma história esportiva icônica, o Maraca já foi cenário de grandes eventos, como Rock In Rio, shows de astros internacionais e até missas do Papa João Paulo II, nas décadas de 1980 e 1990.

Onde Comer?

Tradicionais bares da zona sul

Não é só durante a noite: o dia carioca também é bastante agitado. Em épocas de muito calor e aos fins de semana, os locais que “bombam” são os chamados “pós-praia”, onde as pessoas vão direto do seu dia à beira mar. Chope gelado é garantia de todos eles. Destacamos os principais: Bar do Veloso, Bracarense, Jobi, as duas unidades do Boteco Belmonte (Leblon e Ipanema) e os Botecos Rainha e Princesa são imperdíveis. Veja também um tour feito por cinco bares tradicionais da cidade nesta matéria.

Pici Trattoria

Localizado em Ipanema, um italiano que vale a pena conhecer em solos cariocas é o Pici. O ambiente é agradável e o serviço impecável, com todos os funcionários muito atenciosos. De entrada, o Arancini ao Funghi, bolinho de risoto com cogumelos, porcini trufado e fonduta de grana padano, é um dos queridinhos. A bruschetta com creme de burrata, tomate e pesto de manjericão na baguete fresquinha também vale cada mordida.  A Lasagna di Melanzane está na lista de entradinhas, mas facilmente pode virar prato principal (vem acompanhada de pães da casa).

De principais, os destaques vão para o gnocchi al pesto, com creme de burrata e raspas de limão siciliano, e para o Ravioli de Vitelo, massa fresca recheada com carne cozida no vinho, fondutta de grana padano, molho roti e sálvia. São muitas opções que incluem também peixes, carnes e diversos tipos de massa que podem ser consultadas no menu.

Outra opção para os fãs de massa é a Babbo Osteria, do chef Elia Schramm, que abriu recentemente em Ipanema. CNN Viagem & Gastronomia fez uma matéria especial sobre o restaurante.

Rua Barão da Torre, 348 – Ipanema/Telefone: (21) 3269-3732

Posí Mozza & Mare

O Posí Mozza & Mare teve inspiração na Costa Amalfitana, refletindo a atmosfera e o frescor do verão italiano em todos os detalhes – do ambiente aos pratos, passando pela trilha sonora e detalhes da decoração.

Instalado num casarão na esquina das ruas Aníbal de Mendonça e Redentor, em Ipanema, o restaurante oferece clima descontraído e aconchegante, com uma charmosa área externa. Um dos pontos altos do menu é o Mozza Bar. O cliente escolhe uma opção entre uma variada seleção de mozza, e uma cobertura que varia desde confit de frutas cítricas, flor de manjericão e supreme de laranja, e linguiça toscana moída com picles de funcho, até crudo de atum, gomos cítricos e azeite extravirgem.

O cardápio também tem como foco peixes e frutos do mar, que podem aparecer em receitas para compartilhar – como o peixe inteiro do dia aberto e assado com azeite e limão com dois acompanhamentos à escolha -, ou em criativas pedidas individuais como o Carbonara di polpo – spaghetti nero, polvo grelhado, pancetta, queijo grana padano e gema de ovo.

Carbonara di polpo do Posí – spaghetti nero, polvo grelhado, pancetta, queijo grana padano e gema de ovo. / Foto: Reprodução/Facebook

Rua Aníbal de Mendonça, 158 – Ipanema/ WhatsApp ou tel: (21) 3215-8668

Malta Beef Club

Para os fã de carnes, o Malta Beef Club é parada obrigatória quando for ao Rio de Janeiro. Com duas unidades, uma no Leblon e outra no Jardim Botânico, o restaurante oferece o que há de melhor para os carnívoros, com acompanhamentos tão gostosos quanto.

Para começar a petiscar, a dica é o milanesa de fraldinha com tonkatsu da casa de maçã verde – vem cortadinho em formato de aperitivo. Outra imperdível é a porção de croquete de costela com geleia de pimenta da casa.

As carnes são para compartilhar. Há mais de 10 opções para os clientes escolherem no menu, como bife ancho, assado de tira, bife de chorizo, prime rib, porter house, entre outros. As duas últimas, inclusive, ganham a versão dry aged – processo de maturação a seco no qual a carne in natura descansa em temperatura e ventilação controladas.

De acompanhamentos, vários tipos de arroz, batatas, farofas, saladas e legumes. Sobremesas e sanduíches também compõem o menu, que pode ser acessado por este link. Vale a pena conferir.

Avenida General San Martin, 359, Leblon/Telefone: (21) 2042-3101

Irajá Redux

Um dos restaurantes do chef Pedro Artagão, o Irajá Redux está localizado na entrada do shopping Rio Design Leblon. O ambiente é bem agradável, tanto para o almoço quanto o jantar. De entrada, bolinhas de tapioca e queijo e o Lox Pastrami são as indicações. De principais, o Gnudi de Baroa com Cogumelos e a barriga de porco troperinho são muito saborosos.

Para finalizar, o inconfundível bolo de brigadeiro do grupo, com calda de leite e leite condensado, também está no cardápio. Outra opção de sobremesa é a Ferrero, uma grande bola de Ferrero com casquinha crocante, sorvete e calda de chocolate por cima – perfeita para compartilhar.

Avenida Ataulfo de Paiva, 270/Telefone: (21) 2540-5487

Momo Gelato

Com duas unidades, uma em Ipanema e outra no Leblon, a Momo já é conhecida pelos cariocas e turistas frequentes. São diversas opções de sorvete, que podem ser servidos na casquinha simples ou recheada ou no potinho. Feito do jeito tradicional italiano, a casa só usa açúcar orgânico, leite da mais alta qualidade e frutas frescas selecionadas da estação, sem aditivos ou insumos artificiais. As receitas são exclusivas. As mais famosas por lá são o sorvete de brigadeiro, stracciatella, pistache e chocolate belga. Há também opções sem lactose e sem açúcar, além de outros doces como diversas opções de tortas, bolos e brownies.

Sorveteria Momo tem também sorvetes, tortas, brownies e bolos / Foto: Reprodução/Facebook

Rua Dias Ferreira, 147 – Leblon/Telefone: (21) 2294-1965.

Onde se hospedar?

Opções para hospedagem não faltam no Rio de Janeiro. Em épocas de alta temporada, como o Réveillon, verão ou perto de grandes eventos como o Rock In Rio, por exemplo, a ocupação dos hotéis pode chegar a 100%. Então, se pretende visitar à cidade em uma dessas ocasiões é importante se programar.

Outra dica é entender o tipo de viagem que fará, assim poderá escolher melhor a região para se hospedar. Importante ressaltar que zona sul e Barra da Tijuca ficam distantes, então, se a programação tende a ficar muito mais para um lado do que para o outro, o local da sua estadia pode (e deve) ser definido por isso. Se é a primeira vez que vai ao Rio, a sugestão é ficar hospedado na zona sul. Além dos tradicionais e luxuosos, Copacabana Palace, Emiliano, Fasano e Santa Teresa – que são sempre ótimas opções, porém com valores de diárias mais elevados -, separamos cinco opções com melhor custo-benefício para sua estadia.

Arpoador

Com apenas 49 quartos, hotel tem restaurante com serviço no calçadão e terraço com vista privilegiada para a Pedra do Arpoador e o Morro Dois Irmãos. A entrada é pela rua Francisco Otaviano, continuação da Avenida Vieira Souto, importante logradouro de Ipanema. Mas seu charme reside de frente para o mar na rua de pedra Francisco Bhering, cujos prédios vizinhos são, em sua maioria, grandes apartamentos residenciais – sinônimo de calmaria em um dos endereços mais agitados da cidade.

Rua Francisco Otaviano, 177 – Arpoador /Telefone: (21) 2529-1000 ou (21) 96748-0155 (WhatsApp)

Ritz Leblon

Cercado de restaurantes, bares e cafés, o Ritz possui uma ótima localização: fica a apenas duas quadras da praia do Leblon. São 70 apartamentos modernos e equipados divididos em cinco categorias, além de uma estrutura que conta com sauna, piscina, academia, bar e restaurante.

Avenida Ataulfo de Paiva, 1280 – Leblon /Telefone: (21) 2540-4940

Fairmont Copacabana

O Fairmont Rio oferece 375 acomodações em seis categorias diferentes. A bela piscina do espaço possui uma linda vista ao mar de Copacabana. De lá também é possível ter uma visão panorâmica ao Pão de Açúcar.

Piscina do Fairmont Copacabana tem vista para o mar / Foto: Reprodução/Facebook

Avenida Atlântica, 4240 – Copacabana/Telefone: (21) 2525-1232

Hotel Nacional

Patrimônio histórico e cultural da humanidade e símbolo da arquitetura brasileira, o icônico Hotel Nacional Rio de Janeiro foi projetado por Oscar Niemeyer e os jardins por Burle Marx, um dos principais paisagistas do século. Está localizado de frente para o mar de São Conrado e próximo aos pontos principais de lazer da Cidade Maravilhosa, entre a Pedra da Gávea e o Morro Dois Irmãos. São 30 andares e 413 apartamentos. Spa, piscina, academia, brinquedoteca, bar e restaurante compõem a estrutura do hotel.

Hotel Nacional fica em frente à praia de São Conrado / Foto: Site Oficial/Divulgação

Avenida Niemeyer, 769 – São Conrado/Telefone: (21) 99164-2319

Praia Ipanema
Com todos os apartamentos com vista para o mar, o Praia Ipanema está localizado em um dos pontos mais nobres do Rio de Janeiro. São seis categorias de quarto e estrutura que conta com piscina de borda infinita, sauna a vapor, academia, restaurantes e serviço de praia.

Avenida Vieira Souto, 706 – Ipanema/Telefone: (21) 2141-4949


Mais Recentes da CNN