por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bonito ganhará primeiro museu subaquático de água doce do mundo

    Atração terá obras que dialogam com a preservação ambiental e que servirão de abrigo para os peixes

    Uma das obras exposta no inédito Museu Subaquático em Bonito, que dialoga com a sustentabilidade
    Uma das obras exposta no inédito Museu Subaquático em Bonito, que dialoga com a sustentabilidade Divulgação

    Saulo Tafarelodo Viagem & Gastronomia

    Ouvir notícia

    Já existente em destinos como Cancún, Chipre e Cannes, o Brasil ganhará um inédito museu debaixo d’água. Localizado em Bonito, capital brasileira do ecoturismo no Mato Grosso do Sul, o museu está previsto para ser aberto até o fim do mês de outubro dentro de um lago que faz parte da Nascente Azul, propriedade privada que oferece flutuação, mergulho com cilindro e balneário com diversas atividades.

    O museu será o primeiro do mundo a ser instalado em água doce, dentro de um lago com cerca de 4 mil m² e 4 m de profundidade, onde atualmente já ocorrem mergulhos com cilindro. Junto das obras, os visitantes poderão nadar lado a lado com peixes de diferentes espécies comuns na região, como o piraputanga, pacu, lambari, dourado e o piau.

    Segundo a empresa, a ideia foi criar um espaço em que artistas locais pudessem exibir suas obras e expressar sua arte. A primeira exposição contará com estátuas submersas que vão abordar temas como sustentabilidade e preservação ambiental – vale ressaltar que Bonito é referência em ecoturismo no Brasil, com princípios de preservação seguidos à risca pelas propriedades privadas.

    bonito museu subaquatico
    Uma das primeiras obras instaladas debaixo d’água, que dialoga com a sustentabilidade e ainda serve de abrigo para os peixes (Foto: divulgação)

    Imersas no lago, as obras de arte vão se integrar com a biodiversidade da água, servindo de abrigo para os peixes. Com o tempo, as estátuas começarão a ser lapidadas devido ao ecossistema da água e a alta concentração de calcário, deixando-as ainda mais interessantes e incorporadas à natureza – como as fotos acima, obtidas em primeira mão pela CNN Viagem & Gastronomia

    Como visitar o museu

    nascente azul bonito mergulho 2
    Mergulho já é oferecido na propriedade, em que não é necessário certificados prévios para realizar a atividade (Foto: divulgação)

    A única maneira de contemplar o museu é mergulhando nas águas do lago com auxílio de cilindro e roupas especiais. Não é necessário ter experiência ou certificado em mergulho para apreciar as obras de arte submersas, já que o ambiente é controlado e a prática já é oferecida regularmente na propriedade, incentivada inclusive para iniciantes.

    O mergulho é acompanhado por um instrutor credenciado e pode ser feito por até quatro pessoas ao mesmo tempo – crianças a partir de 10 anos também podem fazer parte da experiência.


    Mais Recentes da CNN