por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    A Casa do Porco é único restaurante brasileiro em lista dos 50 melhores do mundo

    Considerado o Oscar da gastronomia, prêmio coloca novamente casa paulistana em evidência

    Restaurante dos chefs Jefferson e Janaína Rueda chega ao 17o lugar, subindo 22posições no ranking internacional
    Restaurante dos chefs Jefferson e Janaína Rueda chega ao 17o lugar, subindo 22posições no ranking internacional divulgação

    Tina Binido Viagem & Gastronomia

    São Paulo

    Ouvir notícia

    Acaba de acontecer em Antuérpia, na Bélgica, a premiação presencial The World’s 50 Best. No último ano, por conta da pandemia, não ocorreu o prêmio.

    O único restaurante brasileiro a figurar na lista foi A Casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, que ficou 17° lugar, subindo 22 posições em relação à última edição, quando ficou em 39º lugar.

    Em clima de esperança e retomada, os chefs Jefferson e Janaína Rueda dedicaram o prêmio à gastronomia nacional e a todos os chefs brasileiros.

    “É uma honra estar nesta lista ao lado de grandes chefs do mundo. Penso que esse prêmio é para todo o Brasil, para todos os chefs e restaurantes do nosso país, que representam tão bem a nossa gastronomia. E espero que tão logo a gente possa ter mais brasileiros entre os 50 melhores do mundo”, afirmou Jefferson Rueda.

    O primeiro lugar do The World’s 50 Best Restaurantes 2021 ficou com o dinamarquês Noma, do chef René Redzep. Mais de mil experts do setor de restauração e gourmets viajantes votaram em novembro de 2019 e, depois de um período de 1 ano e meio atípico para toda a indústria da hospitalidade, puderam atualizar os seus votos em março deste ano. Dos 50 chefs da lista, 42 compareceram à cerimônia, em um esforço admirável pela celebração da gastronomia mundial. Apenas os asiáticos não puderam estar presentes, devido às restrições a viagens ainda vigentes no continente.

    No mês passado, o 50 Best havia coroado as posições 51 a 100 de sua lista, além de premiar a peruana Pia León, dona dos restaurantes Mil e Kjolle, como a Melhor Chef Mulher do Mundo. Nessa seleção, que antecede o prêmio principal, também haviam os brasileiros: o paulistano D.O.M. (61°), de Alex Atala, Oteque (67°), de Alberto Landgraf, e Lasai (85°), do casal Rafa Costa e Silva e Malena Cardiel, ambos cariocas.


    Mais Recentes da CNN