por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Museus online: um tour pelas principais coleções do mundo sem sair de casa

    Explore acervos e visite as mais concorridas instituições de arte de graça e sem enfrentar filas!

    Ouvir notícia

    Uma viagem começa muito antes de sairmos de casa, afinal, pesquisar é fundamental para conhecer um novo destino. Enquanto não podemos voltar a desbravar o mundo, uma dica é explorar acervos e visitar exibições que “moram” nos mais emblemáticos museus do planeta diretamente do sofá da sua casa. É possível checar catálogos valiosos, conhecer as estruturas dos espaços – que são uma maravilha por si só – e ainda ter experiências interativas com obras. Lado bom: volte quantas vezes desejar!

    Abaixo, uma seleção de 10 museus com as portas abertas virtualmente! Boa viagem!

    MASP, São Paulo, Brasil

    Tour virtual pelo acervo do MASP, com destaque para os cavaletes de concreto e vidro de Lina Bo Bardi (Foto: reprodução/Google Arts & Culture)

    Que tal começar pelo nosso país? Dono de um acervo fixo que abriga nomes como Portinari, Di Cavalcanti, Van Gogh, Monet e Picasso, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand disponibiliza seu acervo de forma online no Google Arts & Culture. São mais de mil peças virtuais, em que o usuário pode dar zoom e ler mais sobre a história de cada obra, do autor e do contexto artístico em que ela foi criada. Além das peças, é possível conferir exposições virtuais e andar pelo museu com ajuda do Google Street View. Clique aqui e confira!

    Viva La Vida, uma das obras de Frida Kahlo em exibição virtual no museu que leva seu nome (Foto: reprodução/Flickr/@jenwilton)

    Museu Frida Kahlo (La Casa Azul), Cidade do México, México
    Você não precisa ir até o México para entrar na residência em que morou a artista Frida Kahlo. Virtualmente, entre e fique a vontade para  ver com detalhes os cômodos em que a artista viveu a maior parte de sua vida, inicialmente com sua família e, anos depois, com Diego Rivera, seu companheiro. Aberto ao público desde 1958, Frida queria deixar a casa como um museu após sua morte. 

    Assim, a Casa Azul exibe o ambiente que inspirou as obras da artista mexicana, bem como seus pertences pessoais, ​​peças de arte popular, esculturas pré-colombianas, fotografias, documentos, livros e móveis. O jardim é uma das partes essenciais do local e, atravessando ele,  o visitante chega à exposição dos vestidos de Frida. Imperdível! Clique aqui e confira! 

    Pinacoteca de Brera, Milão, Itália

    Visitação virtual em 360° pela Pinacoteca de Brera, em Milão, com destaques para obras de Donato Bramante (Foto: reprodução/Site Pinacoteca de Brera)

    A coleção de obras de arte da Pinacoteca di Brera, em Milão, localizada dentro do Palazzio di Brera, inclui várias das maiores obras-primas da história da arte. Fundada em 1809, tem grande parte do acervo de cunho religioso, uma vez que pinturas de igrejas e conventos foram confiscadas com a dissolução das ordens religiosas da Itália. O museu inclui uma das mais importantes coleções de arte italiana e ainda tem obras de Giambattista Pittoni, Annibale giura odio contro i Romani e Bacco e Arianna. 

    Fechada temporariamente devido à pandemia, a Pinacoteca possui um tour virtual 360° pelas instalações e ainda disponibiliza a visualização da maioria das obras, com opção de zoom, autor, história e contexto de cada peça. Clique aqui e confira!

    Vista para os jardins do MoMa: espaço possui esculturas que podem ser apreciadas durante a visitação virtual (Foto: Wikimedia Commons)

    MoMa, Nova Iorque, Estados Unidos
    Popularmente conhecido como MoMA, o Museu de Arte Moderna de Nova York foi construído em 1929 e é um dos mais famosos da cidade. O museu tem em seu acervo obras mundialmente reconhecidas, como: Noite Estrelada, de Van Gogh; Três Músicos, de Picasso; Latas de Sopa Campbell, de Andy Warhol; Ninféias, de Monet; e várias outras peças de impacto artístico e cultural. O site do museu disponibiliza exibições virtuais gratuitas, como exposições de arte surrealista e até uma visita guiada às esculturas no jardim. Além disso, é possível interagir com obras de arte e conhecer seus contextos através do Google Arts & Culture

    Museu do Louvre, Paris, França

    Tour virtual pela Petite Galerie, espaço permanente no Museu do Louvre, em Paris (Foto: reprodução/Site Museu do Louvre)

    Maior museu do mundo, o Louvre, na Cidade das Luzes, faz parte dos museus que abrem e fecham de acordo com a situação da pandemia de Covid-19. Inaugurado em 1793, o espaço é gigante e para visitá-lo completamente é preciso cerca de três dias. O museu tem, aproximadamente, 38.000 obras de arte divididas em 72.735 metros quadrados. Com objetos da pré-história até objetos do século XXI, o Louvre tem um acervo com as obras mais famosas do mundo, como Vênus de Milo, Monalisa e A Rendeira de Vermeer. É possível conhecer diversas salas por meio do tour virtual, disponibilizado no site do próprio museu. Explore coleções faraônicas ou ainda uma reunião de obras que mergulham nas representações da dança. Clique aqui e confira!

    Leia mais
    Exposições virtuais para visitar sem sair de casa
    Programas imperdíveis para entreter as crianças dentro de casa
    Filmes e séries para entender a família real britânica
    Nova atração em SP: prédio mais alto da cidade ganha decks de vidro retráteis

     

    Museu Britânico, Londres, Inglaterra
    Fundado em junho de 1753, em Londres, o Museu Britânico tem em sua coleção obras importes para a história da humanidade, como a Pedra de Roseta, os frisos do Partenon de Atenas e A Criação de Adão, de Michelangelo. O museu segue temporariamente fechado, mas todo o seu acervo está disponível de forma online por meio de um tour virtual pelos corredores e galerias. Clique aqui e confira!

    Autorretrato com chapéu de feltro cinza, obra que pode ser vista pelo passeio virtual no Museu Van Gogh pelo Arts & Culture (Foto: Wikimedia Commons)

    Museu Van Gogh, Amsterdã, Holanda
    Em Amsterdã, na Holanda, fica a maior coleção de obras de arte do pintor holandês Van Gogh, um dos maiores gênios da arte e expoente do pós-impressionismo. São mais de 200 pinturas, 500 desenhos e 700 cartas pessoais que podem ser acessadas virtualmente. No site do museu é possível conferir as obras separadas por categorias, como autorretratos, paisagens e pinturas de flores. O Google Arts and Culture ainda oferece um tour virtual pelas instalações do local. Clique aqui e confira!

    Museu da Acrópole, Atenas, Grécia
    A instalação é uma das mais importantes para o entendimento do mundo ocidental e funciona como um museu arqueológico na capital da Grécia. Localizado a cerca de 300 metros da famosa colina com as ruínas do Partenon e outras edificações mundialmente conhecidas, a coleção do museu consiste nos achados arqueológicos advindos da própria Acrópole, palavra que quer dizer “cidade alta”. Por meio da visitação virtual, em parceria com o Google Arts & Culture, é possível contemplar uma série de esculturas e artefatos esculpidos em rochas e mármores, assim como saber sua história e contextos e ainda andar pelas instalações do local. Clique aqui e confira! 

    Museu Nacional de Tóquio, Tóquio, Japão

    Fileira de quadros por artistas asiáticos em uma das áreas do tour virtual do Museu Nacional de Tóquio (Foto: reprodução/Google Arts & Culture)

    É o maior e mais antigo museu do Japão, fundado em 1872 e localizado na capital do país. O local possui uma das maiores coleções de arte japonesa do mundo, de várias eras da história do país e da cultura local, como cerâmicas antigas, espadas de samurais, quimonos e esculturas budistas. Por meio do Google Arts & Culture é possível se transportar até as galerias e instalações do museu, andar pelos corredores e mergulhar na história nipônica. Clique aqui e confira! 

    Museu Nacional de Arte Moderna e Contemporânea da Coreia, Gwacheon, Coréia do Sul
    O museu de arte moderna e contemporânea é baseado na cidade de Gwacheon e ainda possui três outras filiais pela Coreia, como em Deoksugung, Seul e Cheongju. O museu principal foi fundado em 1969 e abriga diferentes obras de arte moderna e contemporânea tanto da país quanto do mundo. No site do museu (em inglês) há uma aba para a versão online, em que é possível fazer um tour de realidade virtual por uma instalação sobre arquitetura e design coreanos de 1980 a 1990, além de conferir entrevistas com artistas locais. Pelo Google Arts & Culture pode-se conferir as obras de perto, com explicações e contextos, além do já tradicional tour por várias áreas. Clique aqui e confira!

    Mais Recentes da CNN