por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Restaurantes de comida típica brasileira em São Paulo

Com influência originariamente europeia, africana e indígena, a culinária brasileira é, sem dúvida, uma das mais plurais encontradas no mundo

Fred Sabbag indica seus restaurantes prediletos na capital paulista de comida brasileira
Fred Sabbag indica seus restaurantes prediletos na capital paulista de comida brasileira Unsplash

Fred Sabbagcolaboração para o Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

As diversas culinárias regionais aqui existentes (sertaneja, da pauliceia etc.) são dotadas de uma riqueza sem fim de ingredientes e resultado de adaptações feitas por imigrantes ao longo do tempo. A consequência disso é que a comida brasileira é bem mais do que a dupla feijoada e caipirinha (ótimo par, vale ressaltar, dentre muitas opções aqui existentes).

É a comida com ingredientes como mandioca e seus derivados, milho, pimenta, carne (dos mais variados animais e preparos), arroz, feijão, quiabo, abóbora, entre outros. É a comida com sabor inigualável que jamais é deixada de lado pelo comensal, e que, injustamente, acaba não sendo replicada em outros países.

Em diversos textos já publicados nesta coluna, foram privilegiados lugares voltados a culinárias e culturas de outros países e regiões. Hoje, para desfazer essa injustiça e privilegiar “o que é nosso”, indico seis lugares para comer (e se deliciar) com a comida tipicamente brasileira em São Paulo.

Mocotó

Restaurante Mocotó, um dos mais disputados da cidade (Foto: divulgação)

O Mocotó está localizado na Vila Medeiros, zona norte, e hoje é comandado pelo Rodrigo Oliveira (filho do fundador José de Almeida). Existente desde 1973, o restaurante tem como especialidade a cozinha sertaneja tradicional.

O cardápio tem, dentre muitas estrelas, torresmo (de emocionar), baião-de-dois, sarapatel, mocofava e joelho de porco, além de cachaças e caipirinhas que fazem valer a ida. Como a casa não trabalha com reservas e é disputadíssimo (inclusive por estrangeiros), recomenda-se chegar cedo.

Av. Nossa Sra. do Lorêto, 1100 – Vila Medeiros, São Paulo

Jesuíno Brilhante

Jesuíno Brilhante, casa de comida sertaneja do chef Rodrigo Levino (Foto: divulgação)

O Jesuíno Brilhante é um restaurante familiar especializado em comida sertaneja potiguar, fundado em 2016, por Rodrigo Levino, – e com a inspiração de seu pai, falecido em 2020, Seo João Batista (responsável pelo sucesso que é a carne de sol lá preparada). No cardápio, meus preferidos são o baião de dois, carne de sol na nata, farofa de cuscuz, arroz de leite e feijão de corda.

Rua Arruda Alvim, 187, Pinheiros, São Paulo – SP

Tordesilhas

Com 31 anos de existência, o Tordesilhas tem à frente ninguém menos do que Mara Salles (que dispensa qualquer apresentação). Sua cozinha segue anos de pesquisa sobre a culinária brasileira e isso é perfeitamente aplicável nos pratos. No cardápio, receitas de diversos cantos do Brasil. Do paranaense barreado à moqueca capixaba, da costelinha de porco confitada ao baião de dois, passando pelo bobó de camarão. Aos sábados, é servida feijoada no almoço.

Al. Tietê, 489, Jardins, São Paulo

Jiquitaia

Jiquitaia, dos irmãos Marcelo Corrêa Bastos e Nina Bastos (Foto: reprodução Instagram)

Inaugurado em 2012 pelos irmãos paranaenses Marcelo Corrêa Bastos e Nina Bastos, o Jiquitaia serve comida de diversas regiões do Brasil. É detentor de duas de minhas comidas favoritas da cidade: torresmo e o arroz de pato no tucupi e magret. Para além disso, vale pedir quiabo com missô, mini sanduíche de camarão com abacate e nori, bochecha de porco com pamonha e o peixe no dia da brasa.

Rua Coronel Oscar Porto, 808, Paraíso, São Paulo

A Baianeira

Restaurante A Baianeira, no subsolo do Masp (Foto: divulgação)

Fundado em 2014 pela mineira Manuelle Ferraz, o A Baianeira ficou conhecido inicialmente pelos pães de queijo recheados. Hoje o restaurante é muito mais do que isso, apesar de os pães de queijo continuarem ótimos.  Dado o sucesso, em 2019 o A Baianeira ganhou mais uma unidade, no subsolo do Masp.

Do cardápio, destacam-se, além dos pães de queijo, o pastel de carne de panela, banana da terra e queijo, salada de feijão andu, costelinha caramelizada com tutu de feijão e vinagrete de abacaxi e o bobó de camarão.

Rua Dona Elisa, 117, Barra Funda, São Paulo-SP e Av. Paulista, 1578, Bela Vista, São Paulo (no subsolo do MASP).

Lobozó

Lobozó serve comida caipira da Paulistânia (Foto: reprodução Instagram)

Fundado pelo sociólogo Carlos Alberto Dória e os cozinheiros Marcelo Corrêa Bastos e Gustavo Rodrigues, o Lobozó serve cozinha caipira da Paulistânia (região composta hoje pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Tocantins, Rio Grande do Sul e parte do Espirito Santo). O cardápio contém destaques como pastéis de angu, língua defumada, frango caipira frito, cuscuz paulista, frango caipira recheado, rolê de porco, peixe azul marinho e lobozó de vegetais, dentre outros.

Rua Medeiros de Albuquerque, 436, Vila Madalena, São Paulo

Sobre Fred

O advogado e entusiasta gastronômico Fred Sabbag 

Fred Sabbag é advogado por profissão, mas, no tempo livre, nada de processos ou trâmites judiciais: uma de suas maiores paixões é frequentar bares e restaurantes. O hábito rendeu-lhe inúmeros seguidores no Instagram (@fredsabbag) e o tornou numa celebridade da gastronomia em São Paulo.


Mais Recentes da CNN