por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hotel Maksoud Plaza fecha as portas em São Paulo

    Processo de recuperação judicial iniciado em 2020 foi concluído; marca será mantida e deve anunciar novos empreendimentos

    Entrada do Maksoud Plaza, tradicional hotel de São Paulo que fechou as portas em 2021.
    Entrada do Maksoud Plaza, tradicional hotel de São Paulo que fechou as portas em 2021. Sébastien Abramin

    Leonardo LopesCarolina Figueiredoda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Após 42 anos de atividades, um dos mais tradicionais hotéis de São Paulo, o Maksoud Plaza, fechou as portas, nesta terça-feira (7). O processo de recuperação judicial iniciado no ano passado foi concluído, e a localização próxima à Avenida Paulista será abandonada.

    De acordo com a assessoria do hotel, a marca será mantida e deve anunciar novos empreendimentos em breve. Os clientes que tinham reservas futuras no Maksoud Plaza serão reembolsados.

    O anúncio do fechamento foi feito em conjunto pela HM Hotéis, administradora do hotel, e pela Hidroservice Engenharia, sua controladora.

    Confira fotos do hotel Maksoud Plaza:

    Em setembro de 2020, a HM Hotéis deu entrada em um pedido de recuperação judicial.

    De acordo com a empresa, em 2011, o prédio do hotel e seu terreno já tinham sido arrematados em leilão da Justiça do Trabalho para pagamento de dívidas trabalhistas, mas o processo estava suspenso.

    Nesta segunda (6), houve um acordo com os empresários que venceram o leilão e o processo de recuperação judicial foi concluído.

    “A crise sanitária causada pela Covid-19 teve enorme impacto sobre os setores de hospitalidade. O Maksoud Plaza ficou fechado pela primeira vez em sua história entre março e setembro de 2020. Isso causou prejuízos que superam R$ 20 milhões”, informou em nota a assessoria do hotel.

    O comunicado destacou que os setores hoteleiro e do turismo só têm previsão de recuperação da pandemia para 2023. “O fechamento do hotel se dá em momento oportuno, dada a necessidade de reestruturação financeira do grupo ao qual pertence, afetado por dívidas herdadas de empresas extintas”, complementou.

    Fachada do hotel Maksoud Plaza, em São Paulo/ Marcelo Isola/Divulgação

    História do Hotel

    Inaugurado em 1979, o hotel foi o primeiro cinco estrelas da cidade de São Paulo.

    Referência de luxo, o Maksoud Plaza tornou-se o destino da realeza, astros da música e celebridades.

    Nele, ficaram hospedados os príncipes Rainier e Albert, de Mônaco, a primeira-ministra da Grã-Bretanha, Margareth Thatcher, os Rolling Stones, Ray Charles, a atriz francesa Catherine Deneuve e o diretor espanhol Pedro Almodóvar, entre outros.

    Em 1981, Frank Sinatra apresentou-se no Salão Nobre do hotel.

    Nos anos 1980 e 1990, o 150 Night Club foi uma das casas de espetáculos mais movimentadas do Brasil. Músicos como Tom Jobim, Julio Iglesias, Bobby Short, Alberta Hunter, Etta James, Billy Eckstine, Buddy Guy e Dorival Caymmi fizeram shows no local.

    Em 2015, o Frank Bar foi inaugurado e pouco depois entrou na lista dos melhores bares do mundo, segundo a World’s 50 Best Bars.

    Mais Recentes da CNN