por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Onde os chefs comem? Com André Mifano, do Restaurante Donna, em São Paulo

Já se perguntou onde os chefs dos restaurantes mais badalados do mundo comem quando não estão atrás das panelas? Na nossa coluna “Onde os chefs comem” eles abrem o jogo e contam quais seus restaurantes prediletos

André Mifano é chef do restaurante Donna, em São Paulo, e host do programa "Lugares Desconhecidos" na CNN
André Mifano é chef do restaurante Donna, em São Paulo, e host do programa "Lugares Desconhecidos" na CNN Divulgação

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

São Paulo

Ouvir notícia

Aos 17 anos, após abandonar a escola, André Mifano foi lavar louças no restaurante de um amigo de sua mãe. Era a primeira vez que ele pisava em uma cozinha profissional, e foi a partir desse dia, que percebeu que tinha encontrado um lugar onde finalmente se encaixava.

Mifano mergulhou de cabeça: chegou a trabalhar em alguns restaurantes no Brasil até conseguir uma bolsa para estudar no Le Cordon Bleu, de Londres. De volta e com um diploma em mãos, ficou cerca de seis meses desempregado e foi neste período que recebeu a proposta de um amigo para trabalhar em São Francisco, nos Estados Unidos – “The Golden City”, como chamam os estadunidenses -, o que mudou completamente sua vida.

Foi com essa experiência, que, até outubro de 2020, ele comandou o elogiado Lilu, seu restaurante cozinha autoral em São Paulo, que precisou fechar as portas por conta da pandemia e da forte especulação imobiliária em Pinheiros. Mas não demorou muito para Mifano se reinventar, agora como apresentador, assumindo, também em 2020, como host do programa de Anthony Bourdain na CNN Brasil, o Lugares Desconhecidos.

Agora, lá se vão 26 anos de carreira e mais um restaurante para conta: seu novo Donna, italiano nos Jardins, aberto em setembro. Fora das cozinhas e longe das câmeras, o chef também frequenta outros endereços pela cidade e compartilha seus restaurantes prediletos em São Paulo. Confira:

Ton Hoi

A casa no bairro do Butantã é considerada uma das melhores de culinária chinesa da cidade. Da grande cozinha saem inúmeros pratos tradicionais do país asiático, como a carne bovina em fatias com broto de bambu, o macarrão fino de soja com carne moída e a costela de porco desossada com berinjela, thausi e pimenta.

O yakissoba do Ton Hoi também é digno de elogios: macarrão frito com presunto, frango, acelga, coentro alho e cebolinha – também em versões com camarão, chopsuey e vegetariana. Com toalhas vermelhas nas mesas, o salão foi reaberto recentemente após ficar meses parado, em que o restaurante só funcionou por delivery e take-away por conta da pandemia.

Avenida Prof. Francisco Morato, 1484 – Butantã, São Paulo. Telefone: (11) 3721-3268. WhatsApp: (11) 96309-0880. Funciona com sistema de Take-away por Drive-thru.

Bicol – Korean Cuisine

Outra cozinha da culinária asiática da qual recomendo e gosto muito na capital é o Bicol. Ocupando uma casa moderna entre a Aclimação e a Liberdade, a apenas algumas quadras de onde era a sede original, o restaurante serve delícias tradicionais da gastronomia coreana, como a panqueca de frutos do mar (camarão, lula e mexilhão) com cebolinha como aperitivo, e o burgogui para duas pessoas, com contra filé laminado e marinado em molho de soja adocicado que acompanha miniguarnições do dia.

Mas a principal atração do local é o típico churrasco coreano, que pode ser preparado pelos clientes no centro da mesa, em uma grelha redonda aquecida a gás. O Sendunshim, cortes de filé de costela para churrasco na mesa, e a Garbi, costela marinada assada na churrasqueira, são pedidos certeiros e tradicionais entre a clientela.

Rua José Getúlio, 422 – Aclimação/Liberdade, São Paulo – SP. Telefone/WhatsApp: (11) 3208-4123. Delivery via iFood.

Nit Bar de Tapas

nit bar de tapas
Croquetas do Nit Bar de Tapas / Rubens Kato/Divulgação

O Nit Bar de Tapas é uma ótima opção para petiscar uma boa culinária espanhola. A casa é capitaneada pelo catalão Oscar Bosch e o burburinho se concentra no salão estreito ou na varanda na rua Oscar Freire. O cardápio apresenta bocados deliciosos para compartilhar, a exemplo das croquetas cremosas, das batatas bravas e do mini brioche a vapor e frito, com lulas à dorê e maionese. Entre os principais, também para dividir, há polvo, paella e pescado do dia.

Para acompanhar, nada melhor do que uma cerveja gelada ou coquetéis autorais, como Negroni Jerez, que leva gin, vermute, Campari e Jerez, ou as sangrias, caipirinhas e ainda gim tônicas. A dica é chegar cedo: o Nit, inclusive, entrou para a lista Bib Gourmand do Guia Michelin 2020.

Rua Oscar Freire, 153, Jardim Paulista, São Paulo – SP. Telefone: (11) 3539-9795.

Shin-Zushi

O sushiman Ken Mizumoto e sua equipe servem criações afinadas e para lá de saborosas no Shin-Zushi, um dos melhores restaurantes japoneses de São Paulo, que fica no Paraíso. São sushis e sashimis fresquíssimos, assim como os combinados especiais e o bem-feito Tirashi, com peixes nobres crus e cozidos acomodados numa tigela sobre o arroz de sushi, fatias de tamagô, alga nori, camarão, ovas e wasabi.

O interessante é acompanhar de perto o trabalho do sushiman, por isso sento no balcão: dali podemos ver a habilidade com os peixes e o arroz, além de saborear tudo com frescor.

Rua Afonso de Freitas, 169 – Paraíso, São Paulo – SP. Delivery via telefone: (11) 99609-4987 e WhatsApp: (11) 99609-4987, de terça a sábado das 11h30 às 14h e das 18h às 21h.

Barbacoa

belly rib pururuca barbacoa
Belly Rib do Barbacoa, corte corte com osso que possui uma porção da costela e uma porção de barriga juntas/Foto: Henrique Peron

Quando o assunto é carne, o Barbacoa é minha indicação. A unidade mais conhecida da rede em São Paulo é a do Itaim, onde é servido o famoso rodízio com mais de 20 cortes de primeiríssima qualidade antecedidos por um caprichado couvert (com pães, pastéis e molhos). A qualidade do bom churrasco é notável.

Javali, peixes, T-Bone e Prime-rib fazem parte das opções, assim como o Belly Rib e o cupim na brasa. Chefiado por Jefferson Finger, o local possui um grande buffet no estilo self-service com uma variedade de saladas e outros acompanhamentos. A dica é almoçar por ali com calma e aproveitar o rodízio e tudo que ele oferece sem pressa.

Unidade Itaim: Rua Doutor Renato Paes de Barros, 65 – Itaim Bibi – São Paulo – SP. Outros endereços e delivery via site.

Komah

Yukhoe do Komah, o steak tartare coreano, que leva miolo de alcatra, gema curada e pera asiática/Foto: Rubens Kato

Sob o comando do chef Paulo Shin, o Komah é uma das gratas surpresas de São Paulo quando o assunto é culinária coreana. Desde 2016, a casa moderna já acumula elogios, entrando para as listas do Bib Gourmand do Guia Michelin e ficando entre os 100 melhores da América Latina do The 50 Best Restaurants.

Entre os pratos, que prezam por uma culinária caseira e informal, destaco o Samgiopsal (pancetta assada, glaceada com molho gochujang), o Kimchi Bokumbap (arroz salteado com kimchi com omelete cremoso) e o Yukhoe (steak tartare coreano com miolo de alcatra, gema curada e pera asiática).

Rua Cônego Vicente Miguel Marino, 378 – Barra Funda, São Paulo – SP. Telefone: (11) 3392-7072. WhatsApp: (11) 93354-0746. Delivery via iFood.

La Casserole

Desde 1954 no coração de São Paulo, o La Casserole é um dos clássicos da cidade e da culinária francesa. Aconchegante, o bistrô no Largo do Arouche foi fundado pelo casal de imigrantes franceses Roger e Fortunée Henry, e o cardápio é famoso por clássicos da cozinha francesa e também pelos pratos de inspiração contemporânea.

Não deixe de experimentar os clássicos filé au poivre, a deliciosa porção de moules et frites, assim como steak tartare finalizado na mesa. Quando disponível, o haddock também vale a pena, servido com ovo poché e creme de espinafre. Para finalizar, o crepe suzette arremata bem o banquete tipicamente francês!

Largo do Arouche, 346 – República, São Paulo – SP. Telefone: (11) 3331-6283. Delivery via site e iFood.


Mais Recentes da CNN