por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Com o novo Irajá Gastrô, Pedro Artagão foca em menus de diferentes tempos

O irmão caçula do Grupo Irajá - já são oito endereços no Rio - tem a cozinha mais autoral de todas e proporciona verdadeiras experiências gastronômicas com menus de 3, 5 ou 8 tempos

Pedro Artagão, chef estrela do Rio, abre casa apenas com menu degustação no Leblon
Pedro Artagão, chef estrela do Rio, abre casa apenas com menu degustação no Leblon divulgação

Daniela Caravaggido Viagem & Gastronomia

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Mudou o endereço, a proposta, o conceito. Mudou a experiência e um pouco do nome também, mas a criatividade, a essência, o atendimento e a personalidade do chef Pedro Artagão permanecem em suas totalidades em seu novo restaurante, o Irajá Gastrô, que abriu as portas em setembro na Dias Ferreira, a rua mais badalada do Leblon, no Rio de Janeiro.

O chef faz questão de exaltar e destacar que o novo “filho” é o mais autoral de seu grupo, que soma outros sete estabelecimentos na cidade – dois deles na mesma rua e outros dois que operam apenas por delivery.

Artagão, que durante 11 anos comandou o Irajá na rua Conde de Irajá, em Botafogo, decidiu fechá-lo durante a pandemia. Abriu há quatro meses sua nova casa, que carrega um pouco do nome do antigo, é evidente, mas acredite: é um restaurante totalmente diferente.

“Este novo momento do Irajá representa a minha fase atual, em que eu apresento menus de etapas que crio em cima de muito estudo ao longo dos anos. São novos insumos, sabores, criações, e tem sido muito bacana e gratificante receber o retorno tão positivo do público. Conseguimos atravessar essa cruel pandemia sem demitir nenhum colaborador (hoje temos mais de 300 nos oito restaurantes do grupo), e estamos só crescendo. Uma excelente fase do Grupo Irajá, e isso me deixa muito feliz e realizado”, ressalta Artagão ao CNN Viagem & Gastronomia.

Ambiente do Irajá Gastrô tem cozinha integrada com salão / Divulgação

Leia Mais:

A experiência

Mais intimista e com apenas 22 lugares na parte de dentro – que devem ser previamente reservados -, o Irajá Gastrô quer proporcionar uma nova experiência ao cliente. Da cozinha para o salão (integrados no mesmo ambiente) saem menus de três, cinco e oito etapas – todos com opção de harmonização. Os rótulos brasileiros predominam, com a proposta de valorizar o nacional. Também são encontrados vinhos clássicos, de regiões e vinícolas mais conhecidas do público.

Na opção mais curta, o cliente escolhe a entrada, o prato principal e a sobremesa (R$ 240). No segundo, escolhe as três e o chef se encarrega de criar outras duas surpresas que irão completar a refeição (R$ 260).

No de oito tempos é que a experiência fica ainda mais diferente: um jantar totalmente escolhido por Artagão e sua equipe. Os clientes avisam previamente seus gostos e o que não pode nesses pratos, para que a experiência seja a mais agradável possível (R$ 380). Apesar dos números estabelecidos de etapas, há sempre cortesias e surpresas durante a noite.

Frango de Leite 3 serviços (Peito, trufas, molho albufera, coxa grelhada com risoto de sementes, salpicão de asinha com aipo e trufas) / Divulgação

O que é servido?

Entre as opções de entradas estão o millecrepe de palmito sustentável, com saladinha thai de favas; vichyssoise de ostras com mousseline de couve-flor, pepino e ovas; lombo de salmão com trufas, maracujá e quinoa; steak tartare wagyu 2 molhos, fritas na banha de porco, copinhos de alface; e as vieiras, coral na brasa, creme de raiz forte.

Destaque para a caprese que chega em sua oitava versão, contando desde a primeira do chef, que fazia parte da inauguração do Irajá de Botafogo, há dez anos. Desta vez ela vem em mix de tomates, queijo de cabra e moçarela de búfala.

Millecrepe de palmito sustentável é opção vegana e vem acompanhado de saladinha thai de favas / Divulgação

Já como pratos principais, as opções são: pasta udon, cogumelo negro, cardoncello e berinjela; frango de leite 3 serviços: peito, trufas e foie gras, molho albufera / coxa grelhada com risoto de sementes / salpicão de asinha com aipo e trufas; polvo assado, bouillon de presunto cru, purê de batatas, pimentão tostado, azeitona roxa; peixe do dia, creme de aipim, beurre cancalesse, vegetais da estação, entre outros.

Uma das opções de prato principal é a Pasta Udon: cogumelo negro, cardoncello e berinjela / Foto: divulgação

É claro que as sobremesas – tão famosas do chef – também ganham destaque. O bolo de brigadeiro original (ele mesmo, em nova versão); gateau marjolaine (pistache, nutella, avelã); Milharal (bolo de fubá, sorvete de milho verde, pós de pipoca, doce de leite); e maracujá (mousse & sorbet de maracujá, chocolate branco) estão entre as sugestões.

O local

O Irajá Gastrô está no mesmo endereço do antigo Quadrucci, restaurante carioca que fechou as portas durante a pandemia. A nova casa de Artagão foi totalmente reformada e em absolutamente nada lembra o antigo espaço.

Ambiente leve, agradável, com música de fundo bem sutil. O atendimento chama atenção: todos fazem questão de certificar que sua noite está saindo como planejada. Alguns funcionários vieram de outros restaurantes do grupo, garantindo a essência e a qualidade em tudo o que é servido – e como é servido.

Além do salão, há opção também de tomar um drinque e petiscar na charmosa varanda do local, que tem 20 lugares. Entre as opções à la carte estão o juicy lucy burger, burger recheado com foie gras; croqueta de jamon, cremosa, recheada com tutano de boi tostado; shrimp roll, brioche dourado com recheio de camarões no molho rosè e saladinha fresh, entre outros.

Com certeza a rota gastronômica carioca ganhou mais um queridinho. Vale a pena conhecer (e cumprimentar pessoalmente o chef, que costuma estar sempre por lá!).



Mais Recentes da CNN