por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Praias, cultura e gastronomia: 5 programas imperdíveis em Maceió

    Capital do Alagoas reserva praias espetaculares, um passado bem preservado e piscinas naturais paradisíacas. Confira!

    Ouvir notícia
    Ipioca, uma das mais paradisíacas e tranquilas praias de Maceió (Foto: Wikimedia Commons)

    Praias de águas azul-turquesa, passeios históricos, cena gastronômica agitada e noites quentes que combinam com drinks à beira da piscina. Assim é Maceió, capital do Alagoas, com uma população estimada em mais de 1 milhão de habitantes e temperaturas médias anuais que variam entre 25°C e 29°C.

    A cidade é uma das joias do nordeste brasileiro e porta de entrada para o estado alagoano, com belezas naturais que saltam aos olhos. Impossível não passar um bom tempo ali entre palmeiras que oferecem sombra nas praias de areias brancas e de mar azul.

    Pontos que formam piscinas naturais também chamam atenção dos turistas e moradores dali. O centro histórico é rico em preservar o passado da cidade e do nordeste, assim como a gastronomia é outro ponto-chave para mergulhar de cabeça em Maceió.

    E, tratando-se de comida, os arredores do bairro de Jatiúca são ideais para a tarefa, com restaurantes de comidas típicas e internacionais. Os destaques vão para o Wanchako, especializado em comida peruana, o Maria Antonieta, perfeito para massas, e a Bodega do Sertão, para conhecer delícias locais.

    Cidadezinhas e regiões próximas à capital alagoana, como Maragogi, são perfeitas para um dia de bate e volta a partir da cidade, que reservam maravilhas naturais igualmente surpreendentes. Com isso, confira outros cinco programas imperdíveis para se fazer em Maceió:

    Leia mais
    10 passeios que você não pode deixar de fazer em Alagoas
    5 hotéis incríveis em São Miguel dos Milagres, em Alagoas
    Cinco hotéis para visitar com crianças no nordeste
    Salvador foi o destino nacional mais vendido em 2020

    1. Descobrir o Centro Histórico

    Memorial da República Maceió
    Bandeiras hasteadas no Memorial à República, em frente ao mar no bairro de Jaraguá (Foto: Wikimedia Commons)

    Antes de sua fundação, em 1815, Maceió era um povoado que surgiu a partir de um engenho de açúcar. Assim, a cidade ainda preserva seu passado por meio de atrações turísticas no centro histórico, os quais chamam atenção também pela arquitetura. Para conhecer mais a fundo esse pedaço da cidade, vale a pena percorrer o centro a pé.

    Passe pelo Memorial à República, que possui um acervo dedicado a República brasileira, com exposição permanente sobre os marechais Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto. Localizado na Avenida da Paz, o local possui uma linda vista para o mar. Na mesma avenida, vá também até o Museu Théo Brandão, que conta com uma interessante coleção de arte popular dentro de um palacete do século XIX. Também vale a pena passar pela Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Martírios, que se destaca pelos azulejos portugueses na fachada.

    Não deixe de conferir ainda o Palácio Floriano Peixoto, cujo acervo é constituído do mobiliário dos séculos XIX e XX, prataria, cristais e objetos decorativos, além de inúmeros quadros de pintores alagoanos; a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e a Catedral Metropolitana de Maceió.

    2. Curtir a Praia do Gunga e do Francês

    Areias brancas e coqueiros da Praia do Gunga
    Coqueiros e areia fofa da Praia do Gunga, uma das praias mais lindas da região (Foto: Wikimedia Commons)

    Essas praias estão entre as melhores do estado e ficam pertinho de Maceió. Os turistas podem conhecê-las num mesmo dia, caso queiram algo mais rápido, ou ainda em dias separados, com passeios que demandam mais tempo.

    O grande destaque vai para a Praia do Gunga, na região do município de Roteiro, no litoral sul do estado, a cerca de 39 km da capital. Ela encanta tanto pela sua incontestável beleza quanto pelos atrativos que oferece: destaque para as incríveis falésias coloridas da região e para o encontro das águas do mar e da Lagoa do Roteiro no período de baixa maré. Ao longo de sua faixa de coqueiros há diversos passeios opcionais, como quadriciclo, buggy ou passeio de barco. Acima do coqueiral, o Mirante do Gunga garante uma visão privilegiada do mar e dos arredores.

    A Praia do Francês também é reconhecida pelas suas belezas naturais e fica a cerca de 18 km de Maceió. Ali há passeios de barcos, visitação de piscinas naturais e ainda bares e restaurantes bons para comidinhas e drinks.

    3. Snorkel e piscinas naturais em Maragogi

    Piscinas naturais Maragogi
    Piscinas naturais em Maragogi, um dos destinos mais conhecidos de Alagoas (Foto: Wikimedia Commons)

    A cerca de 130 km de Maceió, a região de Maragogi dispensa apresentações. É tão famosa quanto o próprio estado de Alagoas e a incrível tonalidade das águas, por vezes azul-turquesa, atrai turistas de todas as regiões do Brasil e do mundo. Por ser relativamente próxima a capital, recomenda-se um passeio bate-volta até o município, já que as grandes atrações por ali são as piscinas naturais formadas pela maré baixa, as quais revelam incríveis recifes de corais.

    As piscinas são extremamente tranquilas e atraem turistas durante todo o ano, mas principalmente no verão. As principais praias de Maragogi que formam as piscinas naturais são Galés, Taocas e Barra Grande. Nelas, os passeios de catamarã são os grandes atrativos, que levam os visitantes até as exuberantes piscinas. Ali, há a possibilidade de realizar nado com snorkel – em que o visitante nada ao lado de peixes e aprecia as formações debaixo das águas – assim como cilindro e até pacote de fotos debaixo d’água.

    4. Aproveitar o pôr do sol e o artesanato de Pajuçara

    praia Pajuçara maceió
    Embarcações nas areias da Praia de Pajuçara, que possui uma orla com artesanato local e um dos melhores pontos para apreciar o pôr do sol na capital (Foto: Wikimedia Commons)

    Pajuçara é uma das praias mais famosas e conhecidas de Maceió. Perto dos principais pontos da cidade, sua fama deve-se também às piscinas naturais formadas na maré baixa, em que bancos de areia repletos de corais se acumulam mar adentro. O passeio até as piscinas, que ficam aproximadamente a 2 km das areias da praia, é feito por meio de jangadas. Snorkel e passeio de caiaque são oferecidos por ali.

    Na orla, o Pavilhão de Artesanato reúne barracas e boxes que vendem aos moradores e visitantes comidas típicas, lembrancinhas e muito artesanato local. Na frente do pavilhão há ainda a Feirinha de Artesanato de Pajuçara, com uma gama de expositores que oferecem o melhor dos produtos locais.

    Por ser localizada próxima ao centro e aos principais pontos da cidade, o pôr do sol em Pajuçara é muito falado e requisitado. Uma vez ali, termine o dia apreciando o sol beijando o mar e dando boas-vindas para a noite que se aproxima.

    5. Descansar na Praia de Ipioca

    Estrutura pé na areia do Hibiscus Beach Club em Maceió
    Estrutura pé na areia do Hibiscus Beach Club na Praia de Ipioca (Foto: reprodução/site)

    Quase um verdadeiro paraíso perdido! De areias branquinhas e águas que chegam a ter tons verde-azulados, a Praia de Ipioca fica aproximadamente a 22 km do centro de Maceió, garantindo-se como um destino relaxante em meio à uma área quase deserta.

    Por isso, o local não possui tanta estrutura quando comparada a praias mais badaladas, como Pajuçara e Ponta Verde. A dica é passar o dia no Hibiscus Beach Club, espécie de bar e restaurante pé na areia que oferece aos visitantes uma ampla estrutura de lazer e entretenimento. Entre os atrativos, figuram piscina, quadra de vôlei, duchas para banho, banheiros, playground para as crianças, mesas à beira-mar, espreguiçadeiras, barracas com mesas, redário, espaço para massagens, loja de produtos e conveniência, restaurante com o melhor da gastronomia local e, claro, a estonteante Praia de Ipioca. O clube de praia fica dentro do condomínio fechado Angra de Ipioca e possui esquema day use.


    Mais Recentes da CNN