por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Os restaurantes que as celebridades mais frequentam em Nova York

A Big Apple concentra uma cena gastronômica riquíssima e disputada por celebridades. Uma seleção os endereços mais badalados para ver e ser visto

Detalhes das mesas e ambiente rústico do Gemma, restaurante dentro The Bowery Hotel
Detalhes das mesas e ambiente rústico do Gemma, restaurante dentro The Bowery Hotel reprodução/Instagram

Saulo Tafarelodo Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

Assim como Los Angeles, a cidade de Nova York, na costa leste dos Estados Unidos, tem seu próprio burburinho de celebridades. Alguns astros também moram na grande metrópole ou a frequentam a negócios – ou talvez porque a “Big Apple” consta como a cidade mais populosa do país norte-americano, com mais de 8 milhões de pessoas.

Seja em bares da moda, restaurantes tradicionais ou ainda em trattorias despojadas, os paparazzi se enfileiram nas portas dos estabelecimentos a fim de um registro dos famosos. Eles, por sua vez, transformam as calçadas em verdadeiras passarelas, em que desfilam com looks das marcas mais visadas do momento – que diga a própria Rihanna, por exemplo.

Em Midtown, Greenwich Village ou no SoHo, Nova York é recheada de casas dos mais diferentes conceitos e cozinhas, agradando a todos os públicos – e o paladar das estrelas. Com vida pulsante, a cidade é uma das mais visitadas por brasileiros nos Estados Unidos e, com a reabertura das fronteiras à vista, é mais uma opção de destino concorrido.

Quem sabe na próxima viagem você não esbarra com Beyoncé e Jay-Z saindo do Bar Pitti, descolado restaurante italiano em Greenwich Village com massas tradicionais a partir de US$14.50? A seguir, confira alguns dos restaurantes que as celebridades frequentam em Nova York:

The Polo Bar

the polo bar ny
Fachada do The Polo Bar, restaurante do estilista Ralph Lauren em Midtown /Foto: reprodução/Instagram

Aberto em 2015 em Midtown, no coração de Manhattan, o restaurante é mais um dos estabelecimentos gastronômicos do estilista Ralph Lauren – que ainda possui endereços em Chicago e Paris e cafés por Nova York e pela Ásia.

Na Big Apple, o The Polo Bar logo virou uma febre entre clientes da elite norte-americana. À época, o New York Times chegou a dizer que “saber o e-mail secreto do local não é certeza de ter uma mesa reservada ou até mesmo sentar-se no bar”.

Naomi Campbell, Rihanna, Kim Kardashian, Scarlett Johansson e até a Duquesa de Sussex, Meghan Markle, já foram clicadas saindo do restaurante. Além de todo burburinho em volta dos frequentadores do mais alto escalão social, a comida é muito elogiada.

Para entradas, o menu conta com ostras (US$24), coquetel de camarão (US$28) e até caviar com batatas (US$125). Entre os pratos clássicos estão ravioli de cogumelos selvagens e couve com queijo mascarpone, parmesão e trufas negras (US$46) e sanduíche de carne com queijo suíço derretido e coleslaw (US$34).

Salmão, hambúrguer e cortes, como 400g de NY Strip Steak (US$55) e 280g filé mignon 280g (US$61) também são destaque.

Seu interior é, do chão ao teto, rodeado por madeira, que completa o ar rústico com inúmeros quadros de cavalos nas paredes. Abajures nas mesas de toalhas brancas ajudam a criar uma atmosfera mais amena e íntima junto dos assentos de couro marrons.

Atualmente, o The Polo Bar encontra-se fechado por conta da pandemia, mas tem feito, pelo menos por enquanto, jantares privados de até 20 pessoas mediante agendamento.
1 E 55th St, Midtown – Nova York, NY.

Carbone

carbone ny
Mesas no interior do Carbone, restaurante italiano no Greenwich Village que presta homenagem à cozinha ítalo-americana de meados do século 20/ Foto: reprodução/Instagram

Uma placa luminosa vermelha acima da calçada indica que o número 181 da Thompson Street, entre as ruas Bleecker e Houston no bairro de Greenwich Village, é o endereço de um dos restaurantes mais frequentados pelos famosos na cidade.

O Carbone é um restaurante italiano que presta homenagem à “essência dos grandes restaurantes ítalo-americanos de meados do século 20 em Nova York”, de acordo com sua filosofia.

Com uma estrela Michelin, o guia explica que “clássicos de meados do século são a essência do menu, mas ingredientes exaltados, habilidade e apresentações irão empolgar até o sábio mais cínico”. Entre as pedidas, tortellini al ragu (US$34), ravioli de lagosta (US$39) e linguine ao vôngole (US$36) são algumas massas servidas no almoço e jantar.

O frango scarpariello (US$42), receita italiana de frango agridoce com linguiça, e a vitela à parmegiana (US$69) são outros destaques entre os pratos principais.

No interior, a casa mistura mesas quadradas e redondas com assentos de couro, trazendo uma nostalgia por meio de paredes azuis e de tijolinhos aparentes. Cerâmicas bem trabalhadas e lustres ao longo do salão também ajudam na atmosfera.

A estrela de Game of Thrones, Sophie Turner, e o marido Joe Jonas foram vistos saindo dali em outubro após um jantar romântico, de acordo com fotos de paparazzi do site Just Jared.

Várias outras celebridades já foram vistas no local mais de uma vez, como Kendall Jenner, Bella Hadid, Gigi Hadid (geralmente juntas), Kylie Jenner, Margot Robbie, Jennifer Lopez, Selena Gomez e The Weeknd. Se o Nobu Malibu faz sucesso nos arredores de Los Angeles, o Carbone certamente presta o mesmo papel em Nova York.
181 Thompson St, Greenwich Village – Nova York, NY.

Cipriani Downtown

cipriani downtown ny
Salão principal do Cipriani Downtown, restaurante italiano no SoHo com mesas enfileiradas uma ao lado da outra e grandes quadros nas paredes / Foto: reprodução/Instagram

A casa é como uma versão mais jovial do Harry Cipriani, irmão mais velho que fica na famosa 5ª Avenida. Ambos fazem parte do grupo de restaurantes italianos Cipriani, que possui unidades espalhadas ainda por Las Vegas, Miami, Dubai, Abu Dhabi, México e outras localidades na Europa e Ásia.

O Cipriani Downtown fica no coração do SoHo e serve clássicos do bar da rede e também algumas especialidades italianas, como o espesso caldo com pão italiano pappa al pomodoro (US$15), tagliardi com ragu de vitela (US$29) e berinjela à parmegiana (US$26). Para finalizar, o sorvete fresco de baunilha é um dos sucessos por cerca de US$18.

O salão é amplo, aberto para a rua e bem iluminado, com mesas enfileiradas uma ao lado da outra. A cor branca predomina e grandes quadros na parede, assim como um espelho acima do bar, constroem a atmosfera mais casual.

Jennifer Lopez, Kourtney Kardashian, Bella Hadid e Hailey Bieber já foram vistas em almoços e jantares na localidade.
376 West Broadway, entre Spring & Broome Street, SoHo – Nova York, NY. 

Bar Pitti

rigatoni bar pitti
Rigatoni Pitti, servido com ervilhas, parmesão e linguiça de peru. Restaurante é descontraído e possui área externa no Greenwich Village / Foto: reprodução/Instagram

Junto do Carbone, o Bar Pitti é um dos restaurantes mais conhecidos no circuito de celebridades de Nova York. Descolada, a trattoria também fica no charmoso bairro de Greenwich Village, mais especificamente nos arredores de West Village.

Se você não for Kendall Jenner ou Rihanna, a dica é tentar sentar nas mesas externas caso queira ver e ser visto. Mas, se você, assim como Beyoncé e Jay-Z, quiser mais intimidade, dois salões internos com paredes amarelas podem te acomodar.

Não se engane pelo tom descontraído: com moradores, celebridades e turistas entre os clientes, o local é bem concorrido. O restaurante possui um menu enxuto, com poucos itens, mas que recebem elogios dos clientes e da imprensa de Nova York.

O lado bom é que os preços são acessíveis, mas podem mudar de acordo com a data e a disponibilidade – geralmente uma lousa do lado de fora anuncia os especiais do dia.

Para começar, fettunta (US$4,50) e antipasto toscano (US$10,50), com presunto parma, salame toscano, pecorino, mortadela e fatia de fettunta, fazem parte das entradas. As massas principais ficam na faixa US$14.50, como o tagliarini com alcachofras, alho-poró, alho, azeite e um toque de tomate fresco; rigatoni com linguiça de peru, ervilhas, tomates e parmesão e o pappardelle com bacon defumado, tomate e parmesão. Para finalizar, a panacota de cerca de US$7 é uma pedida elogiada.

Paninis a partir de US$9.50 também são destaque da casa, a exemplo do panini com almôndegas de vitela; o com brie, berinjela, peito de peru, cogumelos e tomate seco ou ainda o panini com atum, alcaparras, cebola roxa, tomates e maionese.
268 Sixth Ave., West Village – Nova York, NY.

Gemma

Asparagi Gratinati gemma
Prato de aspargo gratinado com presunto parma do Gemma, restaurante do The Bowery Hotel em Nova York / Foto: reprodução/Instagram

O restaurante fica no térreo do The Bowery Hotel, luxuoso hotel na pequena vizinhança de Bowery, em Manhattan, conhecida por hospedar vários famosos quando estão de passagem pela cidade.

Servindo café da manhã, almoço, brunch e jantar, o restaurante tem um ar bem rústico pelos seus detalhes e decoração em madeira. O bar, os armários e o teto são todos de madeira escurecida, assim como grandes lustres no estilo velho oeste ao longo do salão ajudam a criar toda a atmosfera.

De sotaque italiano, o Gemma tem uma cozinha que também trabalha com criações sazonais. Dentre as refeições, os brunches são bem reconhecidos na cena gastronômica da cidade.

A burrata com tomatinhos cereja e torrada (US$18) e o avocado toast (US$15) são um bom começo.

Entre os principais do brunch, destacam-se clássicos da tarde, como ovos à la Gemma (US$21), que leva ovos pochê, brioche, presunto parma grelhado e molho holandês; e a torrada de salmão defumado (US$18), com cream cheese, tomates, alcaparras, chalotas e endro. Pizzas e sobremesas também estão entre as opções.

O ator Alexander Skarsgård, ganhador do Globo de Ouro por seu papel na série Big Little Lies, Kendall Jenner e Selena Gomez estão entre algumas das celebridades conhecidas mundo afora que frequentam o espaço.
335 Bowery, Lower East Side – Nova York, NY


Mais Recentes da CNN